Milho: com aumento da oferta no mercado interno, preços seguem em queda

Milho: com aumento da oferta no mercado interno, preços seguem em queda

3 de dezembro de 2020 0 Por Walison.t.l

Analistas enfatizam que apesar da entrada do milho no mercado brasileiro, o país ainda enfrentará dificuldades de abastecimento em 2021

 

Na primeira semana de dezembro, a oferta de vários estados no mercado de milho aumentou, causando queda nos preços. Segundo Fernando Henrique Iglesias, analista da Safras & Mercado, o movimento está em linha com as expectativas do mercado porque é preciso abrir espaço para novas safras no futuro. Iglesias alertou: “No entanto, considerando a oferta limitada de milho na maior parte do país, essa situação não mudará as dificuldades de abastecimento que devem surgir no primeiro semestre de 2021”.

No porto de Santos, o preço da saca de milho é de 72 reais / 78 reais. No Porto de Paranaguá (PR), o valor de cada mala de bagagem chega a R $ 71/78.

No Paraná, o preço da Cascavel é de 75/76 reais a saca. Em São Paulo, o preço desse pacote na Mogiana é de R $ 72/74. Em Campinas (Campinas) CIF (CIF), o preço por saca é de R $ 74/76.

No Rio Grande do Sul, o preço das bolsas de couro da Erechim é de 84 reais por saca. Em Minas Gerais, em Uberlândia, uma saca vale 70 reais / saca. No estado de Goiás, o preço do Rio Verde-CIF é de 70 reais a 72 reais a saca. Em Mato Grosso (Mato Grosso), o preço de transação das bolsas em Rondonópolis (Rondonópolis) é de R $ 64/67.