Boi gordo: valores podem ter novos reajustes em SP, diz Safras.

3 de novembro de 2020 0 Por Walison.t.l

Analistas enfatizam que uma nova alta é esperada no curto prazo porque a oferta de animais acabados na maior parte do país ainda é restrita.

 

O preço do sinal da carne bovina no mercado físico brasileiro voltou a subir nesta terça-feira. De acordo com Fernando Henrique Iglesias, analista da Safras & Mercado, as expectativas de expectativas ainda vão levar a ajustes de curto prazo, uma vez que a oferta de animais acabados continua restrita em grande parte do país.

“Esse aspecto é relevante porque o mercado está se aproximando do pico de consumo e é fortemente dependente do fornecimento de produtos enclausurados. A seca prolongada atrasou o desenvolvimento dos animais em pastejo e os animais em pastejo só podem ser abatidos no primeiro trimestre de 2021. China A disputa pelos animais padrão ainda é acirrada. Em comparação com os animais embarcados para o mercado interno, a diferença de preço de cada sinal fica entre 5 e 7 reais. ”, Disse.

Na capital São Paulo, a cotação no mercado à vista era de 279 reais-280 reais por placa, enquanto a cotação da sexta-feira 30 era de 279 reais. Em Uberaba, Minas Gerais, o valor de 273 reais é 270 reais. Em Durados, no estado de Mato Grosso do Sul, o preço é de 269 reais o aroba, ante 267 reais do dólar. Em Goiânia, em Goiás, o preço está estável em 265 reais o aroba. Em Cuiabá, no estado de Mato Grosso, o preço é de 257 reais por signo e 256 reais.

Atacado

 

No atacado, os preços seguem firmes. Segundo Iglesias, como o consumo é impulsionado pela entrada de salários na economia, a tendência nas duas semanas de novembro é de um novo aumento de preços.

Com isso, a redução na traseira ainda é de 20 reais por quilo. O corte frontal aumentou e ficou em 14,65 reais por quilo, e a ponta da agulha continuou em 14,65 reais por quilo.

Câmbio

 

Ao final da transação, o dólar comercial subiu 0,41%, o preço da transação foi de 5,7630 reais e o preço de compra foi de 5,7610 reais. No mesmo dia, o dólar norte-americano oscilou entre uma mínima de 5,6510 reais e uma alta de 5,7650 reais.

 

Fonte : Canal Rural